Dispositivos médicos em diálogo na Anvisa


Encontro busca caminhos para entender as mudanças tecnológicas em um dos setores mais dinâmicos da indústria da saúde.

 

A Anvisa promoveu nesta quarta-feira (29/8), a primeira rodada de Diálogos Regulatórios com o setor de tecnologia e produtos para saúde. O setor que envolve os dispositivos médicos e equipamentos de uso na área de saúde é um dos mais dinâmicos regulados pela Agência e passa por um processo de inovação tecnológica muito acelerado. 

O objetivo do encontro foi trocar informações entre a Agência Reguladora e as empresas que atuam no setor para compreender melhor o cenário de mudanças atual. 

De acordo com a diretora de Autorizações e Registros da Anvisa, Alessandra Bastos, a sociedade e o setor de dispositivos médicos estão mudando de forma muito rápida e, por isso, o diálogo e a troca de entendimento são fundamentais para que o trabalho da Agência acompanhe as transformações no ritmo necessário para garantir a entrada de novas tecnologias no mercado brasileiro. 

Segundo a diretora, a iniciativa deverá ser ampliada para outras áreas de registro de produtos como medicamentos, cosméticos, alimentos, entre outros, para que se possa trabalhar dentro das particularidades de cada setor. 

O 1° Diálogo Regulatório da Gerência-Geral de Tecnologias de Produtos para Saúde (GGTPS) aconteceu no auditório da Anvisa e contou com a participação de cerca de 200 pessoas, incluindo representantes da indústria, importadores, academia, profissionais de saúde, servidores de diversas áreas da Agência, entre outros. 

O evento contou com apresentações abordando o Relatório de Produtividade da área de produtos para a saúde, os resultados da pesquisa de satisfação realizada durante a Feira Hospitalar 2018, a Atualização da Agenda Regulatória e sobre Regulamentos em desenvolvimento e as Principais iniciativas em 2018

Melhorias  

Entre os pontos positivos apresentados pelo setor de dispositivos médicos foram destacados a redução dos prazos de análise, a realização de webinários e os novos modelos de atendimento, como o parlatório virtual. 

Os participantes também tiveram a oportunidade de indicar pontos em que a ação da Agência e da área técnica pode melhorar. 

Um dos pontos mais ressaltados pelas empresas foi a instabilidade ou falha nos sistemas eletrônicos da Anvisa. Também foram apresentadas algumas sugestões como a edição de um regulamento específico para tratar, com foco no risco sanitário, petições de alterações de produtos médicos. 

As “DRs” fazem parte da estratégia da Anvisa em conferir mais transparência, agilidade e efetividade na relação com o setor regulado. O objetivo é manter um diálogo franco e aberto com as empresas que utilizam os mais diversos serviços, atingindo consequentemente a melhoria dos processos de trabalho da própria Agência.  

 

Fonte: ANVISA.

Fale conosco via Whatsapp